O Cuidado com Vidro Temperado

O cuidado com o vidro deve ser observado desde sua fabricação até o seu transporte e instalação. Defeitos como bolhas, quebras e falhas na espessura e bordas acontecem tanto na produção como no manuseio, mas podem ser evitados quando tratados com profissionalismo.

Além do cuidado durante o processo, outro fator que necessita de atenção é a umidade dos vidros. Um ambiente sem controle térmico pode danificar os vidros com riscos e manchas, podendo gerar prejuízos para os fabricantes e clientes.

Quando há umidade na estocagem, pode ocorrer manchas nos vidros devido a condensação entre as chapas, conhecido como irisação. Essas manchas têm um aspecto de arco-íris ou manchas de óleo. Esse processo pode comprometer a segurança e resistência dos vidros que muitas vezes precisam ser repostos.

Quando há umidade em vidros temperados e laminados, a película que é colocada entre as chapas é afetada e pode ocorrer a perda da blindagem pelo surgimento de bolhas nessa película.

A melhor forma de evitar essa umidade é o controle do ar no ambiente em que os vidros estão armazenados. O uso de equipamentos específicos para o controle de temperatura é uma solução, garantindo a qualidade do ar para cada tipo de vidro.

Existem dois tipos de equipamentos para controle da umidade: condensação e dessecantes. Enquanto os de condensação aspiram e resfriam o ar, colocando de volta no ambiente um ar seco, os dessecantes absorvem o vapor de água do ambiente, retendo a água do ambiente.

Independente da forma utilizada, a desumidificação do ar é essencial para manter a qualidade, resistência e segurança do vidro, garantindo assim sua integridade e a satisfação dos clientes.

COMPARTILHE ESSE post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0